08
abr
08

Mais Uma Revista Vai Pro Buraco

Não que faça muita diferença para você, mas muita gente gosta da revista Games For Windows, a publicação sobre games de PC da Ziff Davis, publicada desde 1981 (antes do Windows, com o nome de Computer Gaming World… sabe-se lá o que se jogava nos PCs em 81) e que conta com um ótimo podcast. Infelizmente, a última edição impressa da revista foi a que tem a cobertura de The Sims 3. Todo o pessoal editorial da revista vai dar uma necessária levantada na parte de PC do 1up.com, e os designers vão ter procurar outro emprego, obviamente. Agora só sobraram EGM e PC Magazine na área impressa da Ziff Davis. Segundo o editor da GFW, a mudança do time para o mercado online não teve nada a ver com o Chapter 11 que a Ziff anunciou no mês passado.

Eu diria que as revistas estão com os dias contados, mas todo mundo já sabe disso… Só vai sobrar a Game Informer no mundo inteiro, que, aliás, vem com uma puta exclusiva de Gears of War II na próxima edição.

[Via 1UP]


8 Responses to “Mais Uma Revista Vai Pro Buraco”


  1. 1 Alexandre
    abril 8, 2008 às 8:16 pm

    “vem com uma puta exclusiva de Gears of War II na próxima edição.”, essa aí vai dar polêmica hein? Hehe, brincadeirinha.

  2. 2 ecesar
    abril 8, 2008 às 9:57 pm

    Nao fico tão triste pela Games For Windows. Fico muito triste pela ex- Computer Gaming World, uma publicação lendária quando o assunto é jogos eletrônicos. Foram 27 anos nas bancas.

    Eu, particularmente, lia a GFW. Tenho todas as 17 edições em casa. Nunca a achei com a mesma qualidade da EGM, até porque o universo de jogos para PC não ajuda muito. Mas a equipe editorial sempre foi excelente.

  3. 3 Same
    abril 8, 2008 às 11:27 pm

    Caraca Douglas …
    primeiro sem saber que 16 jornalistas ja terminaram Metal Gear 4, agora a “puta” de GoW II…
    que que ta acontecendo contigo rapaiz??

    P.S: Batalha e Gus ve se tem como da um tempo pro Douglas descançar… que ele concerteza precisa disso.

  4. abril 8, 2008 às 11:42 pm

    “Eu diria que as revistas estão com os dias contados, mas todo mundo já sabe disso… ”
    Será? O rádio ta aí até hoje, e diziam que a TV ia engolir ele U.U’ Mudar eu concordo, acabar…? Bem, acho que ainda é cedo. Mas temo pelo pior =\

  5. 5 idiosyncratic idiot
    abril 9, 2008 às 6:11 am

    Também acho que as revistas de games não tem um futuro muito promissor a sua frente. Hoje em dia temos informação rápida e fácil na internet; a tendência é a da mídia impressa migrar para a internet (acho que nem diria tendência, já é uma coisa meio que consolidada.)

    Falo por mim mesmo, nos anos 90 eu comprava revists de games religiosamente. Hoje aponto meio leitor de feeds para o Escapist, GSW e outros sites de games (audiogame também, é claro :P). Faz uns 4 anos que comprei uma revista de games.

    Nossa, é com saudade que lembro daquela época, em que a gente ia à banca naquela expectativa, “será que a Ação Games já chegou?” E a gente lia e relia a revista, mandava carta, desenho… bons tempos.

  6. 6 Douglas
    abril 9, 2008 às 2:51 pm

    “Caraca Douglas …
    primeiro sem saber que 16 jornalistas ja terminaram Metal Gear 4, agora a “puta” de GoW II…
    que que ta acontecendo contigo rapaiz??”

    Sobre o MGS4, é porque eu fiquei uns 3 dias úteis sem acessar a internet… dá um desconto, vai! ^^
    Quanto a puta exclusiva do GoW2… bem que poderia ter uma, não? =p Contanto que não fosse tão anabolizada quanto os personagens daquele jogo… o.o

  7. 7 Alexandre
    abril 9, 2008 às 9:55 pm

    “Quanto a puta exclusiva do GoW2… bem que poderia ter uma, não? =p Contanto que não fosse tão anabolizada quanto os personagens daquele jogo… o.o” Realmente não é possível ter uma idéia de como seria uma mulher no universo GoW, quem sabe no próximo? Afinal, todo jogo merece ter uma personagem feminina, não?

  8. 8 Carlos Wilson
    abril 28, 2008 às 7:38 pm

    Bem, pra mim essa notícia me chocou sim, pois lia a Computer Gaming World desde 1992, tendo uma pilha delas ainda ! Os números de 1995 foram um dos melhores, com edições que chegavam a quase 500 páginas, além dos CD´s com demos.

    Poucos talvez se lembrem que a CGW teve uma edição nacional também, entre 1998 e 1999, editada pelo Carlos Sandano, com uns 15 números editados, mas que infelizmente ( pros assinantes como eu) faliu depois do aumento do dólar do início de 1999.

    Era uma revista que dava gosto de ler, para os hard-core gamers, voltada a um público mais maduro. Com certeza guardarei meus números da CGW e da GFW com todo carinho !


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: