Archive for the 'Indústria de Games' Category

09
abr
08

A Palhaçada Continua: Mais Um Game Proibido No Brasil

Pois é, é inacreditável que a gente viva num país onde acontece esse tipo de coisa, onde parece que há toda uma cria de Jack Thompsons, só que com muito mais poder do que o original. O camarada Gustavo Petró, editor da revista Gamemaster, me passou esse link da notícia de que o game Bully foi proibido ontem em todo o território nacional. É, isso mesmo.

O promotor Alcindo Luz Bastos Filho, do Rio Grande do Sul pediu um parecer da Sociedade de Psicologia do estado. No entanto, a diretora científica da instuituição, Ana Lúcia Mignot Schuster, disse que era apenas para alertar os pais que crianças de até 10 anos não deveriam jogar esse game. Até aí, tranqïilo. “Em nenhum momento, contudo, falamos em proibir a venda do jogo, e, sim, para alertar os pais para cuidarem dos filhos e observar que tipo de games eles estão jogando. A decisão da proibição é unicamente do Ministério Público.

O lance todo é uma liminar, não uma lei absoluta, então dá para revertar o negócio todo. Mas a gente sabe como as coisas funcionam por aqui… lamentável, simplesmente lamentável… Fique ligado, porque semana que vem talvez tenhamos alguma matéria sobre isso aqui no Audiogame.

Aqui tem a notícia no site do ministério público do RS.

[Via Eurogames]

19
mar
08

Mais Um Editor Deixa o Gamespot

 kanelynch.jpg

Desde o escândalo Jeff Gerstmann, o Gamespot americano vai bem lentamente para a vala. O conteúdo ainda continua bom até, só que todos mundo está saindo! Vários editores que trabalhavam no site há quase uma década estão saindo por não acreditarem mais que ali é um bom lugar para trabalhar. Já foram Ryan Davis, Alex Navarro, Jason Ocampo e Frank Provo. E hoje mais um está deixando o barco: Brad Shoemaker, que trampava lá desde 1999, é o mais novo ex-funcionário do grande portal de games. Não se sabe pra onde ele vai, mas boa sorte para ele. É uma lição para aqueles que acham que a marca é mais importante que aqueles que fazem a marca.

[Via Joystiq]

06
mar
08

Conheça o Giant Bomb

giantbomblogo.gif

Sabe o Jeff Gerstmann, o cara que foi demitido do Gamespot por ter dado nota baixa para o Kane & Lynch e tal? Então, ele estava com o blog pessoal dele durante três meses. Agora, ele estréia seu novo projeto: o GiantBomb.com

Por enquanto é só um blog, atualizado com reviews e um podcast. Mas o lance é que o blog vai se tornar um grande site de games no meio do ano, e ele até está fazendo vídeos chamados “How to Build a Bomb“, onde Jeff vai mostrar várias etapas da criação do novo site. Por enquanto só sabemos que Ryan Davis, também ex-Gamespot, está junto com ele na empreitada.

Jeff Gerstmann é, na minha opinião, um dos caras mais foda da imprensa de games, e vê-lo de volta à ativa é ótimo. Boa sorte ao cara. E você, leia as coisas que ele escreve.

04
mar
08

Nada a Declarar

 

A Futuremark Games Studio, uma empresa da Finlândia, quer registrar a palavra PWNAGE como marca registrada dela (com o famoso TM em cima da palavra). Não a mais o que dizer, a não ser: LOL.

[Via Kotaku]

04
mar
08

O Novo Lar de Phil Harrison

philharrison.jpg

O que faz alguém sair de uma empresa onde trabalha por 17 anos e ir para outra empresa que está quase falindo? Ao contrário da teoria do GUS no último podcast, de que nosso amado Phil Harrison teria ido para a Motorola apenas para poder dizer “hello moto”, os rumores mais antigos se confirmaram: Phil foi para a Atari. OMG.

Ele agora é presidente da Infogrames, empresa que faz parte da patota da Atari. Parece que a empresa vai se remodelar e se voltar ao mercado online, e para eles Phil Harrison é o cara certo para levantar a empresa. Não dá para discordar muito. Mas, para o cara ir para lá, ou ele estava muito puto com algo na Sony (como os japoneses que não gostam do que ele pensa) ou o vil metal falou mais alto. Enfim, boa sorte ao careca! E que faça um game que comece com… Moto.

[Via Joystiq]